Feeds:
Posts
Comentários

Archive for dezembro \11\UTC 2009

Para entendermos os motivos de Crowley ter escrito Liber Aleph e suas funcionalidades com seu “Filho”. (Pedido por Henrique Alencar).

Frater Achad

Charles R. John Stansfeld Jones é considerado o filho mágico da Besta 666 (Crowley). Foi ele que descobriu a chave para o Livro da Lei, como profetizado no mesmo. Juntou-se a A.·.A.·. em 1912 sob o motto U.I.O.O.I.U. (Unus in Omnibus, Omnia in Uno), sob instrução de Frater Per Ardua ( J.F.C. Fuller). Em 26 de Fevereiro de 1913 recebe uma carta do Cancellarius da Ordem, passando-o a Neófito, sob o seu mais famoso motto, Achad ( Um , unidade).
Juntando-se a O.T.O. inicia um processo de expansão da mesma pela América e Canadá, através da Loja em Vancouver, sendo patenteado no IX° por Theodor Reuss.
Em 21 de Junho de 1916 (no Solstício) , Jones assume o juramento do grau 8º=3° e torna-se um Bebê do Abismo. Menos de um mês depois, escreve um telegrama à Crowley sobre o feito, e o mesmo demorou a compreender o ocorrido: ” Após ele (Crowley) averiguar que eu pulei no Abismo em seu favor para que pudesse assumir o grau de Magus que clamava ter atingido, escreveu pra mim, ‘Ainda estou in profundis’ “.
Para ele foi um ato sem precedente na história da magia. Estava além de sua imaginação conceber tal evento, pois jamais um homem, em tão pouco tempo, tornara-se um Magister Templi.
Mesmo ignorando a operação feita por Crowley, Jones compreendeu perfeitamente o que estava fazendo e tornou-se “A Criança” prevista no Livro da Lei. A Besta entusiasmou-se com a possibilidade de possuir um herdeiro de sua obra. Vários fatores contribuíram para isso:
  • Crowley estava tentando por meios tradicionais conceber um filho com 2 mulheres. De Junho a Setembro nada conseguiu.
  • A palavra de passe no período do nascimento de O.I.V.V.I.O. (o motto de Jones quando da operação) era SOL-OM-ON (Salomão) o filho do adultério do rei Davi.
  • O.I.V.V.I.O. nasceu 9 meses depois do Equinócio de Libra (Outono de 1915)
  • Entre 20 e 21 de Setembro Crowley sonhou com sua mulher escarlate Hilarion onde realizavam a operação do IXº O.T.O.

 

Em 1917 no Solstício de Inverno, Jones descobriu a chave para o Livro da Lei, referente ao número 31. A palavra Achad possui como some cabalística 13 cujo inverso é 31. 31 é o número de AL e de LA que significa ” Não” ou Nuit. Pelo tarô 31 é igual a ShT ( Set ou Shaitan). Somando LAShTAL (31×3) encontramos 93, o número sagrado da filosofia Thelêmica. Posteriormente entrega a Crowley em 1919.

Em 1918, Crowley escreve a ele, Liber Aleph.

Porém, tristes eventos estavam por vir.

Em 1923 Achad publica O Renascer do Egito, onde demonstra sinais de insanidade. Inverte a Árvore da Vida e acreditava ter ultrapassado seu antigo instrutor e chegado ao grau de Ipsisíssimus.

Crowley, logicamente não aceita. Também afirma que ele falhou ao não completar a escalada dos graus da ordem a não publicação do tratado do grau de Adeptus Exemptus. Jones questionou seu superior ao afirmar que, quando Crowley recebeu o Livro da Lei, ele não poderia ter promulgado a palavra do Æon ( que segundo a tradição, só pode ser feito por um Magus e na época, não havia atingido tal grau ainda) e a palavra Abrahadabra recebida posteriormente no devido grau, também não seria.

Em seguida Jones desestabilizou-se e juntou-se à igreja católica, fim de força-los, por dentro, a aceitar a Lei de Thelema. Ao desembarcar em Vancouver, o faz apenas com uma galocha e, afim de combater a supressão ortodoxa, corre nu pela cidade. Sendo preso, concluiu a sua travessia do Abismo e publica seu diário do evento.

Continuando a briga com seu antigo mestre, Jones tenta arruinar a sua obra, principalmente a O.T.O. ,sendo assim, Crowley o expulsa da ordem. Em seguida Jones publica um ensaio onde promulga que Aiwass seria uma inteligência maligna, inimiga da humanidade e A Besta 666 o seu pior inimigo.

Em 1936 publica seu Liber 31, onde fala de sua associação com Crowley e da revelação do segredo do Livro da Lei.

Falece pouco depois de Crowley em 1948, após anunciar o fim do Æon de Hórus eo início do Æon de Maat.

Apesar da aparente insanidade (ás vezes comum naqueles que saltam o Abismo, principalmente nos não preparados, onde tornam-se vítimas de Choronzon, a dispersão de Dee e Kelly) Jones validou o Livro da Lei e a obra de Crowley e deixou várias obras como herança de qualidade ímpar, principalmente em Cabala.

FONTE: OCULTURA

Read Full Post »

58. DE COMOEDIA UNIVERSA, QUAE DICITUR PAN
ASSIM, pois, ó meu Filho, considera-te feliz quando compreendes todas estas Coisas, sendo um daqueles Entes (ou Acontecentes) que nós chamamos Filósofos. Tudo é um infindável Jogo de Amor em que Nossa Senhora Nuit e Seu Senhor Hadit se regozijam; e toda Parte do Jogo é Jogo. Toda Dor não é mais que um Molho picante no Prato do Prazer; pois foi a Natureza do Universo que concebeu este eterno Banquete de Alegria. E aquele que não compreende isto é necessário como Ingrediente, tal qual tu mesmo; quererias tu mudar tudo, e estragar o Quitute? És tu o Mestre-Cozinheiro? Sim, pois teu Paladar tem se desenvolvido com teu grande Contato com a Comida da Experiência; portanto tu és um daqueles que se regozijam. Também, é tua Natureza, como é a minha, ó meu Filho, querer que todos os Homens partilhem do nosso Prazer e Alegria; por isto Eu proclamei a minha Lei ao Homem, e tu continuas naquela Obra de Regozijo.

Read Full Post »