Feeds:
Posts
Comentários

Archive for agosto \28\UTC 2009

 

15. DE VIA PER EMPYRAEUM
QUANTO às tuas Viagens no Corpo de Luz, ou Jornadas e Visões Astrais assim-chamadas, grava esta Sabedoria em teu Coração, ó meu Filho: que nesta Prática, quer as coisas vistas e ouvidas sejam Verdade e Realidade, quer sejam Fantasmas na Mente, existe este supremo Valor Mágico, a saber: Desde que a Direção de tais Jornadas é conscientemente comandada, pelo verdadeiro Ente, uma vez que sem Aquele nenhuma Invocação seria possível, nós temos aí uma Cooperação ou Aliança entre o Ente Interno e o Ente Externo, e assim uma Consecução, pelo menos parcial, da Grande Obra.
E por isto é Confusão ou Terror em qualquer tal Prática um Erro realmente temível, causando Obsessão (que é uma Divisão temporária, e às vezes até  ermanente, na Personalidade) ou Insanidade, e portanto uma Derrota mui fatal e perniciosa, uma Entrega da Alma a Choronzon.

15. DE VIA PER EMPYRAEUM

QUANTO às tuas Viagens no Corpo de Luz, ou Jornadas e Visões Astrais assim-chamadas, grava esta Sabedoria em teu Coração, ó meu Filho: que nesta Prática, quer as coisas vistas e ouvidas sejam Verdade e Realidade, quer sejam Fantasmas na Mente, existe este supremo Valor Mágico, a saber: Desde que a Direção de tais Jornadas é conscientemente comandada, pelo verdadeiro Ente, uma vez que sem Aquele nenhuma Invocação seria possível, nós temos aí uma Cooperação ou Aliança entre o Ente Interno e o Ente Externo, e assim uma Consecução, pelo menos parcial, da Grande Obra.

E por isto é Confusão ou Terror em qualquer tal Prática um Erro realmente temível, causando Obsessão (que é uma Divisão temporária, e às vezes até  ermanente, na Personalidade) ou Insanidade, e portanto uma Derrota mui fatal e perniciosa, uma Entrega da Alma a Choronzon.

 

Read Full Post »

Este é o último capítulo da série Sonhos (Somniis), dissequem.

 

14. DE SOMNIIS e) Clavicula
O SONHO agradável é portanto um Espetáculo representando a Satisfação da Verdadeira Vontade, e o Pesadelo é uma Batalha simbólica entre a Vontade e seus Assaltantes em ti mesmo. Mas pode haver somente uma verdadeira Vontade, tal como pode haver apenas um Movimento correto a qualquer momento em qualquer Corpo, não importa de quantas Forças aquele Movimento seja a Resultante. Busca portanto esta Vontade, e conjuga com ela teu Ente consciente; pois isto é o que está escrito no Livro da Lei: “tu não tens direito a não ser fazer a tua vontade. Faze aquilo, e nenhum outro dirá não.” Tu vês, ó meu Filho, que toda Oposição consciente à tua Vontade, quer por Ignorância, quer por Obstinação, quer por Medo de outros, pode no Fim ameaçar mesmo teu verdadeiro Ente, e conduzir tua  Estrela à Desastre.
E esta é a verdadeira Chave dos Sonhos; sê diligente em seu Uso, e abre com ela as Câmaras secretas do teu Coração

14. DE SOMNIIS e) Clavicula

O SONHO agradável é portanto um Espetáculo representando a Satisfação da Verdadeira Vontade, e o Pesadelo é uma Batalha simbólica entre a Vontade e seus Assaltantes em ti mesmo. Mas pode haver somente uma verdadeira Vontade, tal como pode haver apenas um Movimento correto a qualquer momento em qualquer Corpo, não importa de quantas Forças aquele Movimento seja a Resultante. Busca portanto esta Vontade, e conjuga com ela teu Ente consciente; pois isto é o que está escrito no Livro da Lei: “tu não tens direito a não ser fazer a tua vontade. Faze aquilo, e nenhum outro dirá não.” Tu vês, ó meu Filho, que toda Oposição consciente à tua Vontade, quer por Ignorância, quer por Obstinação, quer por Medo de outros, pode no Fim ameaçar mesmo teu verdadeiro Ente, e conduzir tua  Estrela à Desastre.

E esta é a verdadeira Chave dos Sonhos; sê diligente em seu Uso, e abre com ela as Câmaras secretas do teu Coração

 

Read Full Post »

 

13. DE SOMNIIS d) Sequentia
APRENDE firmemente, ó meu Filho, que a verdadeira Vontade não pode errar; pois é o teu Curso decretado no Céu, em cuja Ordem há Perfeição. UM Sonho de Horror é portanto o mais sério de todos os Avisos; pois significa que tua Vontade, que é teu Ente em seu Aspecto Dinâmico, está em Aflição e Perigo. Assim, tu deves instantaneamente procurar a Causa daquele Conflito subconsciente, e destruir teu Inimigo por completo, usando tua Mente Consciente como um Aliado daquela verdadeira Vontade. Se, então, existe um Traidor em tua Mente Consciente, quanto mais necessário será para ti o erguer-te e extirpá-lo antes que ele te infeccione completamente com a Divisão de Propósito que é a primeira Brecha naquela Fortaleza da Alma cuja Queda a levaria à Ruína informe cujo Nome é Choronzon!

Dissequem!

13. DE SOMNIIS d) Sequentia

APRENDE firmemente, ó meu Filho, que a verdadeira Vontade não pode errar; pois é o teu Curso decretado no Céu, em cuja Ordem há Perfeição. UM Sonho de Horror é portanto o mais sério de todos os Avisos; pois significa que tua Vontade, que é teu Ente em seu Aspecto Dinâmico, está em Aflição e Perigo. Assim, tu deves instantaneamente procurar a Causa daquele Conflito subconsciente, e destruir teu Inimigo por completo, usando tua Mente Consciente como um Aliado daquela verdadeira Vontade. Se, então, existe um Traidor em tua Mente Consciente, quanto mais necessário será para ti o erguer-te e extirpá-lo antes que ele te infeccione completamente com a Divisão de Propósito que é a primeira Brecha naquela Fortaleza da Alma cuja Queda a levaria à Ruína informe cujo Nome é Choronzon!

 

Read Full Post »

Só um tira gosto.

Papus (Gérard Anaclet Vincent Encausse), também conhecido como Gerardão Anacleto, nasceu na Espanha em 1865, era filho de um quimico francês e uma cigana espanhola (da Espanha), isso fez ele crescer num meio envolvendo Alquimia e Tarot.

Papus 

Mudou-se para Paris com 4 anos, aos 17 já estava na faculdade de medicina, onde dedicou seus estudos também ao Ocultismo, seguindo uma linha entre Alquimia e Cabala.

Ainda com 17 anos, Papus foi Iniciado na ‘Sociedade dos Filósofos Desconhecidos’, onde se destacou pelo seu precoce Conhecimento.

Com 22 anos, escreveu sua primeira obra, “O Ocultismo Contemporâneo”, aos 23 escreveu “Tratado Elementar da Ciência Oculta” que se espalhou rápido pelo mundo e fez Papus ficar famoso, Então decidiu fundar um grupo de estudos, o GIDEE (Grupo Independente de Estudos Esotéricos) que mais tarde mudou o nome para Escola Hermética.

Na medicina, Papus usava a alopatia, a homeopatia e a hipnose para curar. Por realizar curas consideradas impossíveis Papus ganha grande consideração no meio. Curava o Corpo Astral para curar o Corpo Físico.

O nome Papus veio de “médico da primeira hora”, ou “aquele que não mede sacrifícios para atender seus semelhantes”.

Enfim Papus vai para a guerra como Médico Capitão aos 51 anos, pega tuberculose e bate as botas.

Read Full Post »

12.DE SOMNIIS c) Vestimenta Horroris

MAS ENTÃO, se num Sonho a Vontade triunfa sempre, como é que um Homem pode ser vítima do Pesadelo? Disto a verdadeira Explicação é que num tal caso a Vontade está em Perigo, tendo sido atacada e ferida, ou corrompida pela Violência de alguma Repressão. Portanto a Consciência da Vontade é dirigida ao Ferimento, como na Dor, e busca Conforto em uma Externalização, ou Representação, daquele Antagonismo. E como a Vontade é sagrada, tais Sonhos excitam um Êxtase ou Frenesi de Horror, Medo ou Desgosto. Assim, a verdadeira Vontade de Oedipus era para a cama de Jocasta; mas o Tabu, forte tanto por Hereditariedade quanto por Ambiente, estava tão grudado àquela Vontade que seu Sonho concernente ao seu Destino foi um Sonho de Medo e Repugnância, o Cumprimento desse Sonho (mesmo em Ignorância) foi um Encantamento capaz de agitar todas as Forças subconscientes do Povo em volta dele, e sua Realização Consciente do Ato foi uma Loucura capaz de impedi-lo à Cegueira auto-infligida e ao furioso Exílio.

Read Full Post »

11. DE SOMNIIS b) Causa per Naturam
A ÍNTIMA, constitucional, ou predisponente Causa de Sonhos está sob a jurisdição da Vontade mesma. Pois aquela Vontade, estando sempre presente, se bem que (talvez) latente, desvela-se quando não mais inibida pelo Controle consciente, que é determinado apenas pelo Ambiente, e portanto muitas vezes é contrário a ela. A Vontade se declara, como que num Espetáculo, e se mostra assim disfarçada ao Adormecido, como um Aviso ou uma Admoestação. Todo sonho, ou Espetáculo de Fantasia, é portanto uma Mostra da Vontade; e a Vontade, não mais sendo impedida pelo Ambiente ou pela mente consciente, vem como um Conquistador. Mesmo assim, geralmente ela tem que vir sentada na Carruagem da Causa excitante do Sonho, e portanto sua Aparição é simbólica, como uma Escrita em Cifra, ou como uma Fábula, ou como um Enigma em Desenhos. Mas sempre ela triunfa e se cumpre nisso pois o Sonho é uma Compensação natural no Mundo interno por qualquer Fracasso de Consecução no externo.

 

Vejo que não estão gostando muito de interpretar Liber Aleph, mas vou insistir, dissequem!

11. DE SOMNIIS b) Causa per Naturam

A ÍNTIMA, constitucional, ou predisponente Causa de Sonhos está sob a jurisdição da Vontade mesma. Pois aquela Vontade, estando sempre presente, se bem que (talvez) latente, desvela-se quando não mais inibida pelo Controle consciente, que é determinado apenas pelo Ambiente, e portanto muitas vezes é contrário a ela. A Vontade se declara, como que num Espetáculo, e se mostra assim disfarçada ao Adormecido, como um Aviso ou uma Admoestação. Todo sonho, ou Espetáculo de Fantasia, é portanto uma Mostra da Vontade; e a Vontade, não mais sendo impedida pelo Ambiente ou pela mente consciente, vem como um Conquistador. Mesmo assim, geralmente ela tem que vir sentada na Carruagem da Causa excitante do Sonho, e portanto sua Aparição é simbólica, como uma Escrita em Cifra, ou como uma Fábula, ou como um Enigma em Desenhos. Mas sempre ela triunfa e se cumpre nisso pois o Sonho é uma Compensação natural no Mundo interno por qualquer Fracasso de Consecução no externo.

 

 

Read Full Post »

10. DE SOMNIS a) Causa per Accidens

ASSIM como todas as Doenças tem duas Causas Conjugadas, uma imediata, externa e excitante, a outra constitucional, interna e predisponente, assim também é com os Sonhos, que são Distúrbios, ou Estados de desequilíbrio, do Consciente; Perturbadores do Sono como os Pensamentos são da Vigília.

A Causa externa e excitante dos Sonhos é comumente de dois tipos: videlicet, em primeiro lugar, a Condição física do Adormecido; como um Sonho de Água é causado por uma Chuvarada lá fora, ou um Sonho de Estrangulamento é causado por uma Dispnéia, ou um Sonho de Volúpia é causado pelas Congestões seminais de uma Vida impura, ou um Sonho de queda ou de vôo é causado por algum Equilíbrio instável do Corpo.

Segundo, o Estado psíquico do Adormecido; o Sonho sendo determinado por recentes Acontecimentos da Vida dele, em geral aqueles do Dia prévio, e especialmente Acontecimentos que tenham causado Excitação ou Ansiedade, tanto mais quanto tais Acontecimentos estejam inacabados ou irrealizados.

Mas esta Causa excitante é de Natureza superficial, qual um Manto ou uma Máscara; e assim apenas empresta Aspecto àquela outra Causa constitucional, que jaz na Natureza mesma do Adormecido.

Read Full Post »

Older Posts »